Marque já a sua consulta (21) 3268-3492 (21) 99056-8583 Marque sua consulta

Cinco formas de prevenção do diabetes melito


Cinco formas de prevenção do diabetes melito
Para lembrar o Dia Mundial do Diabetes, vamos falar de prevenção. Dados da Organização Mundial da Saúde (OMS) apontam que 16 milhões de brasileiros sofrem de diabetes. Pesquisas norte-americanas preveem que 40% da população dos Estados Unidos desenvolverá diabetes ao longo da vida. A realidade no Brasil não é muito diferente, visto que a incidência da doença cresceu 61,8% nos últimos dez anos.
O diabetes melito, ou apenas diabetes, caracteriza-se pela hiperglicemia, ou seja, alto nível de glicose no sangue. Existem dois tipos mais comuns de diabetes: o diabetes tipo 1 é aquele no qual pouca ou nenhuma insulina é liberada para o organismo, enquanto, no diabetes tipo 2, o organismo não consegue usar adequadamente a insulina que produz. Embora existam muitos tratamentos para o controle da doença, ainda não há uma cura, e a adoção de um estilo de vida saudável é a recomendação essencial para evitá-la.
A seguir, o dr. Ronei Gustavo Vargas, endocrinologista da Medcenter, lista cinco hábitos que contribuem para a prevenção do diabetes.
1) Manter uma alimentação saudável

Uma rotina alimentar balanceada e variada ajuda a prevenir o diabetes, pois é fundamental para a manutenção de níveis normais de glicemia. Além disso, há alimentos, como avelãs, nozes e castanhas, cujo consumo é recomendado em virtude de colaborarem para o controle da glicemia. O consumo regular de 50 ml de azeite de oliva por dia também se mostrou benéfico na redução dos riscos de desenvolver diabetes.
2) Manter o peso adequado

Comer muito, especialmente alimentos calóricos e gordurosos, aumenta o acúmulo da gordura abdominal, fator de risco importante para o desenvolvimento do diabetes, pois estimula a produção de insulina. Essa alteração metabólica, além de piorar o risco de evolução da doença, provoca outras alterações negativas, como elevação do colesterol e da pressão arterial.
3) Praticar exercícios físicos regulares

Diversas pesquisas já demonstraram que o sedentarismo contribui para o desenvolvimento do diabetes. Andar mais ao longo do dia já reduz esse risco, mas recomenda-se a prática semanal de, pelo menos, 150 minutos de exercícios. Além disso, a atividade física ainda contribui para a perda de peso e da gordura abdominal.
4) Reduzir o estresse

Estudos canadenses demonstram que altos níveis de estresse estão ligados ao maior consumo de alimentos gordurosos e calóricos e ao sedentarismo, fatores relacionados com o desenvolvimento do diabetes. Os mesmos estudos indicaram ainda que o estresse pode levar à elevação da produção de hormônios como cortisol e adrenalina, o que também favoreceria o desenvolvimento da doença.
5) Melhorar a qualidade do sono

Dormir mal e de forma inconstante retarda o ritmo metabólico, pois altera o relógio biológico. Essa redução do metabolismo pode levar a um aumento de 4,5 quilos por ano, o que pode elevar a glicose e a resistência à insulina no organismo, aumentando os riscos de desenvolvimento do diabetes.