Marque já a sua consulta (21) 3268-3492 (21) 99056-8583 Marque sua consulta

Entenda a relação dos hormônios e as espinhas na puberdade


medico da familia
Dermatologista explica as causas da acne e como tratá-la na adolescência
A puberdade - período de transição entre a infância e a adolescência - caracteriza-se por uma série de transformações emocionais, psicológicas e físicas e entre elas estão as mudanças hormonais. É na puberdade que começam a ser produzidos os hormônios sexuais masculinos e femininos, os principais responsáveis pelas alterações das características da pele, levando ao surgimento da acne, conhecida popularmente como espinha e cravo.
Esses hormônios, chamados estrógenos e andrógenos, são produzidos, respectivamente, pelos ovários, no caso das mulheres, e pelos testículos, nos homens, e pelas glândulas suprarrenais, em ambos os sexos. São os andrógenos os responsáveis por estimular o funcionamento das glândulas sebáceas, tornando-as mais ativas na puberdade. Nessa fase, os jovens com predisposição genética sofrem mudanças relacionadas com o conteúdo de gordura (secreção sebácea) da pele e do couro cabeludo.
Apesar de não ser um problema de saúde grave, a acne costuma afetar a saúde mental dos adolescentes. Pensando nisso, o tratamento deve ser iniciado o mais cedo possível, para prevenir a formação de cicatrizes na pele e na autoestima desses indivíduos. Por isso, não custa lembrar que as espinhas nunca devem ser “espremidas” ou “cutucadas”, pois a manipulação delas pode causar infecção, o que aumenta o risco de surgirem cicatrizes difíceis de cuidar.
Segundo a dra. Larissa Caiado, dermatologista da Medecenter Saúde Rio, o tratamento da acne pode ser tópico, por via oral ou, ainda, uma combinação de ambos, dependendo da gravidade, localização e de outras características individuais. A profissional reforça também a importância de buscar um especialista para determinar a melhor abordagem terapêutica. “Procedimentos complementares como limpeza de pele, microdermoabrasão e uso de alguns tipos de laser ajudam no controle da acne, mas eles só devem ser realizados sob orientação médica”, explica.
“A manutenção de uma pele saudável começa sempre com sua higienização adequada, feita com sabonete próprio para seu tipo de pele. Por isso, é importante procurar um profissional e seguir as orientações dadas por ele. Lembrar sempre de retirar a maquiagem antes de dormir e, sobretudo, não deixar de aplicar o protetor solar diariamente”, finaliza a dermatologista.