Marque já a sua consulta (21) 99056-8583 Marque sua consulta

Pneumonia infantil: causas, sintomas e tratamento



Infecções pulmonares podem ser provocadas por vários agentes
A inflamação no pulmão conhecida como pneumonia pode ser ocasionada por diversos tipos de agente: vírus, bactérias ou fungos. No caso da pneumonia infantil, sua principal causa é a viral. Essa condição traz sintomas semelhantes aos da gripe, mas evoluem com o passar dos dias, o que dificulta o diagnóstico precoce.
A pneumopediatra da Medcenter Vanessa Freire explica que os principais sintomas da doença são febre, tosse com catarro, perda de apetite e respiração mais curta, sendo essa última característica principal da pneumonia. Em alguns casos, a enfermidade pode evoluir com esforço para respirar, cansaço e prostração intensa, momento em que se deve procurar imediatamente atendimento médico, pois são considerados sinais de alarme. O ideal é que, durante as primeiras 48 a 72 horas de sintomas, os pais procurem o pediatra do paciente para uma primeira avaliação e orientações. Se persistirem os sintomas ou houver piora clínica, deve-se procurar o pronto atendimento.
O diagnóstico de pneumonia infantil é clínico e deve ser feito por pediatra ou por um especialista em pneumologia pediátrica, que vai se basear na história da doença e no exame físico para fechar o diagnóstico e propor um tratamento. Em alguns casos, é necessária a realização de radiografia de tórax para descartar demais hipóteses, assim como exames laboratoriais.
“O agente infeccioso vai variar de acordo com a faixa etária, mas os vírus são os principais causadores de pneumonia em crianças de 6 meses de vida a 5 anos”, explica a dra. Vanessa. Que completa: “O risco mais frequente que a doença pode trazer é o derrame pleural, que se dá em razão do acúmulo excessivo de líquido no espaço pleural, e é potencialmente grave se não for identificado rapidamente.”
O tratamento é indicado de acordo com o agente causador da doença. Para tanto, são utilizados antibióticos e é feito o controle dos sintomas por meio de nebulização, alimentação regular, repouso e controle da febre. Habitualmente, quando o tratamento é proposto de forma precoce, a evolução é benigna, salvo em alguns casos mais graves, em que é necessária a internação. Por isso, é importante sempre se atentar aos sinais que as crianças apresentam no dia a dia.
Como se prevenir?
  • Vacinação – manter a vacinação em dia é fundamental e a principal forma de evitar um pior prognóstico.
  • Existem imunizantes oferecidos em redes particulares que são eficazes para a proteção de mais sorotipos de doenças graves.
  • Atenção à higiene das mãos.
Manter o acompanhamento médico em dia é fundamental para uma criança crescer saudável. Sempre que observar alguma alteração no comportamento do pequeno, informe ao pediatra para que seja feita a investigação de forma correta. Conforme afirma a dra. Vanessa, “a pneumonia é uma das principais causas de mortalidade infantil”, em razão disso, fique atento às manifestações dos sintomas nas crianças.

CNPJ: 28.782.745/0001-79 :: Medcenter LTDA
Copyright © 2018-2019 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvimento: