Marque já a sua consulta (21) 99056-8583 Marque sua consulta

Homeopatia é caminho para tratamento de alergia respiratória


Mulher assoando o nariz no frio
Especialista explica que medicamentos homeopáticos têm menos efeitos colaterais
O inverno chegou no dia 21 de junho e, com ele, trouxe a necessidade de prestar mais atenção aos sintomas das alergias respiratórias, que aparecem com mais frequência no tempo mais frio. Por esse motivo, os cuidados devem ser redobrados, principalmente por quem sofre de crises de asma ou rinite. Para amenizar sintomas como coriza, espirros, tosse, congestão nasal, irritação e coceira nos olhos por causa das alterações de temperatura, é importante que seja feito o acompanhamento com um especialista.
No inverno, há aumento no acúmulo de fungos e ácaros, além das infecções virais, que agravam as alergias que afetam as vias aéreas, com a rinite e a asma. O frio e a umidade (ou a falta dela) são responsáveis por desencadear alergias, pois provocam irritação na mucosa. Os ácaros – os principais responsáveis pela maioria das reações alérgicas respiratórias – são os grandes vilões das mudanças bruscas de temperatura, já que eles ficam escondidos em bichos de pelúcia, almofadas, tapetes e cortinas.
Cada tipo de alergia exige um cuidado, mas o tratamento homeopático chama atenção pela forma como é feito. Por muito tempo, a homeopatia foi considerada uma terapia alternativa, mas, na verdade, ela é um procedimento que cuida do corpo inteiro – busca o equilíbrio orgânico do paciente –, e não atua apenas na cura da doença e no alívio dos sintomas.
A dra. Danielle Gregory, homeopata da Medcenter, explica que os medicamentos homeopáticos não apresentam os mesmos efeitos colaterais que os alopáticos. E que a resposta do tratamento costuma ser rápida e eficaz, nos casos das alergias respiratórias. A aceitação, principalmente das crianças, costuma ser melhor, proporcionando melhor adesão ao tratamento. Danielle ainda completa: “Os medicamentos homeopáticos não costumam interferir no crescimento nem na dentição da criança de forma negativa.”.
Mas melhor do que tratar é prevenir, então, manter o cuidado na rotina é essencial, por exemplo, realize a limpeza nasal diária com soro fisiológico; lave as mãos frequentemente; mantenha os ambientes arejados e, de preferência, com incidência de luz solar; remova objetos que acumulem poeira, como tapetes, cortinas mais pesadas, livros e bichos de pelúcia; antes de usar casacos e cobertores que estão guardados há um tempo, lave-os; se a pessoa tiver alergia a seu animal doméstico, não deixe que ele entre no quarto nem durma na mesma cama; evite ambientes fechados.
O dia 8 de junho foi instituído, pela Organização Mundial da Saúde (OMS), o Dia Mundial da Alergia, que tem a intenção de deixar as pessoas mais conscientes sobre o assunto e a importância do tratamento precoce e contínuo para que crises mais graves de alergia respiratória não sejam desenvolvidas.

CNPJ: 28.782.745/0001-79 :: Medcenter LTDA
Copyright © 2018-2019 Todos os Direitos Reservados
Desenvolvimento: