Marque já a sua consulta (21) 3268-3492 (21) 99056-8583 Marque sua consulta

Vacinação contra a gripe para crianças: esclareça as principais dúvidas


vacinação contra a gripe
A dra. Andrea Gutman, pediatra da Medcenter, elucida as principais questões dos pais
As crianças – especialmente as com idade entre 6 meses e 6 anos – fazem parte da população que deve receber maior atenção em relação à vacina contra a gripe, já que compreendem um grupo de risco. Em outras palavras, estão entre as pessoas mais vulneráveis às complicações geradas pela infecção do vírus influenza. Além disso, é importante que todas as pessoas que têm contato frequente com crianças devem estar imunizadas para que não haja risco de transmissão. Portanto, os pais devem estar atentos às datas da campanha de vacinação contra a gripe, que já está acontecendo.
A primeira fase da campanha de vacinação contra a gripe de 2019 chegou ao fim recentemente. Nessa etapa inicial, que aconteceu entre 10 e 18 de abril, a exclusividade da vacina era dada a gestantes e crianças de 6 meses a 6 anos incompletos. Agora, na segunda fase, todos os outros grupos prioritários, como idosos, trabalhadores da área de saúde e mulheres que deram à luz recentemente, além, é claro, dos outros dois grupos contemplados na primeira etapa, já podem ser recebidos nos postos de saúde.
No entanto, é comum que surjam dúvidas frequentes dos pais que desejam levar seus filhos para se imunizarem. A dra. Andrea Gutman, pediatra da Medcenter, esclarece algumas delas.
1. É necessário fazer agendamento para tomar a vacina?

Não. Basta ir diretamente a uma unidade do centro de imunização mais próximo de você. Porém, é aconselhável chegar cedo, pois o estoque é limitado.
2. A vacina pode ser aplicada independentemente da idade?

Gratuitamente, apenas as crianças maiores de 6 meses e menores de 6 anos podem adquirir a vacina. Para as maiores de 6 anos, ela pode ser obtida em clínicas particulares. Em crianças com menos de 6 meses, caso a mãe tenha sido imunizada durante a gestação ou logo após o parto, os anticorpos podem ter sido passados pela amamentação.
3. Existem contraindicações?

Não, mas é aconselhável não tomar a vacina se a criança ou os pais estiverem resfriados para que os sintomas não sejam confundidos com reação à vacina.
4. As crianças devem ficar em casa até que sejam vacinadas?

Não é necessário. É aconselhável que elas levem a vida normalmente, mas os pais devem ter o cuidado de passar informações sobre higiene para minimizar os riscos de infecção, como lavar as mãos frequentemente, não compartilhar copos e objetos mastigáveis e deixá-las em casa se houver algum sintoma.
5. As vacinas contêm partículas do vírus que causam a gripe. Elas oferecem algum risco à saúde das crianças?

É importante salientar que vacinação é uma prática segura e não oferece riscos, pois os microrganismos contidos nela estão mortos e enfraquecidos, servindo apenas para que o organismo crie anticorpos.