Marque já a sua consulta (21) 3268-3492 (21) 99056-8583 Marque sua consulta

A saúde pode influenciar no bom desempenho escolar das crianças


Dengue
Pediatra dá recomendações para garantir o bem-estar na volta às aulas
Depois de aproveitar as férias com brincadeiras, praia, piscina e horários mais flexíveis para dormir, acordar e fazer refeições, é hora de as crianças retornarem à rotina. Com a volta às aulas, não são só os horários que precisam ser ajustados, mas também os cuidados com a saúde. Segundo a dra. Andrea Gutman, pediatra da Medcenter, visitar um pediatra e outros especialistas em saúde infantil é fundamental para garantir o bom desempenho escolar. “É preciso estar atento a problemas de saúde que comprometem a cognição e o desenvolvimento intelectual das crianças, sem contar as questões relativas ao crescimento. Tudo isso pode ser avaliado por um pediatra de confiança ou outro médico especialista”, afirma Gutman.

A pediatra dá algumas dicas sobre que cuidados tomar para proteger a saúde dos pequenos que podem contribuir para o bom desempenho no ano letivo.
“Ao agendar uma visita ao pediatra, realize exame clínico geral e exame laboratorial, se necessário. Consultas periódicas com o pediatra para verificar a saúde das crianças e acompanhar seu desenvolvimento são uma importante recomendação da Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP)”, afirma a especialista.
“Apesar disso, a febre amarela se destaca como uma doença mais delicada por causa de sua fase aguda, que pode acontecer pouco tempo após uma aparente melhora dos sintomas iniciais quando não tratada”, comenta o dr. Assuero de Oliveira, diretor médico da Medcenter. “Nessa fase, o fígado e os rins do paciente são gravemente danificados, podendo levar à morte em muitos casos”, acrescenta.
Segundo a dra. Andrea, é indicado que crianças, a partir de 3 anos, se consultem com o pediatra pelo menos uma vez ao ano. A pediatra destaca, no entanto, que essa é uma orientação geral, de modo que pode haver variação nesse intervalo, dependendo de cada criança ou em caso de intercorrências com os pequenos.
Visitas periódicas a médicos são importantes para:
  • Avaliar o crescimento físico (medir e pesar a criança);
  • Monitorar o desenvolvimento cognitivo e intelectual;
  • Observar o comportamento e as habilidades sociais;
  • Solicitar exames de rotina.
Mais recomendações referentes aos cuidados com as crianças envolvem a visita a especialistas como o dentista, a partir dos 6 meses de vida – quando podem eclodir os primeiros dentes e são introduzidos os primeiros alimentos –, momento em que os pais deverão aprender a fazer a higienização da boca do bebê, já que a saúde se inicia na boca. Aos 3 anos, recomenda-se que o pequeno visite o dentista em intervalos de seis meses, hábito que deve ser mantido também na vida adulta.
Otorrinolaringologista e oftalmologista podem ser consultados aos 2 anos. Já o alergologista pode ser visitado quando o pediatra suspeitar de casos de alergia, assim como as consultas com homeopata, ortopedista pediátrico e psicólogo, por exemplo, para acompanhamento global da saúde, também são indicadas pelo pediatra quando necessário.
Vale também aproveitar esse período para revisar a caderneta de vacinação e regularizar doses que estejam atrasadas. Em caso de dúvidas, recorra ao pediatra, como recomenda a dra. Andrea Gutman. Retomar a rotina alimentar e de horários para dormir e acordar também é importante para garantir o descanso das crianças, essencial para o bom rendimento escolar. Com esses cuidados, eles estarão prontos para começar mais um ano letivo a todo vapor!